O primeiro…

Lá vou eu tentar manter um blog de novo. Já fiz isso antes, nas bobeiras de adolescente que quer escrever sobre qualquer coisa, e também quando morei no Canadá. Esta vez vai ser mais ou menos como a última, mas vou tentar com mais afinco.

Pra quem ainda não sabe, o Lucas e eu estamos de mudança pra República Tcheca (YEY!).
A reação mais comum que nós tivemos até agora quando contamos isso pras pessoas é “Ahn? oi? República Tcheca? Fazer o que?”. E aí depois que explicamos tudo (o que vou fazer já já, aguenta mais um pouco), as pessoas ficam empolgadas com a gente!
Então resolvi fazer esse blog pra ir relatando as histórias e também registrando todo o processo de mudança. É bom pra mim, pois ajuda a controlar a ansiedade que me corrói, e é também um jeito de as nossas famílias e amigos irem acompanhando como andam as coisas por lá.
Uma outra coisa que me motivou a escrever o blog foi a falta de informação que tem sobre a República Tcheca, mais especificamente sobre a cidade de Brno (que é pra onde estamos indo). Tem quase nada de informação e o que tem tá espalhado entre blogs de expatriados e mochileiros, que não refletem a nossa situação. Tem comunidades no Facebook do tipo “Brasileiros em Praga”, “Brasileiros na República Tcheca” e tal, mas são muito paradas e não tem nada de útil a não ser convites para shows do Roupa Nova. Então daí veio a idéia de começar a escrever o blog desde já!

 

 

Bom, resumidamente, o que aconteceu foi: O Lucas se candidatou à uma vaga na IBM de Brno, fez várias entrevistas, passou nelas, e recebeu uma proposta que ele aceitou! E agora a IBM está fazendo o processo de visto de trabalho pra nós, e devemos embarcar em Agosto! É um processo chatinho e demorado esse de visto e documentação, então não temos ainda uma data certa de ir, mas deve ser no final de Agosto.

O que é ser expatriado? É quando a empresa fala assim “Fulano, precisamos que você faça seu trabalho no país X, então vamos pagar tudo pra você ir pra lá com a sua família: sua casa, escola pros seus filhos, passagens de avião todos anos pra você visitar seu país, etc etc etc.” Ou seja, é o paraíso. Deve ser bom demais. Mas não é nosso caso.
A iniciativa de procurar trabalho fora do Brasil partiu do Lucas, ele foi e conseguiu a vaga, não teve intervenção nenhuma por parte da empresa. Ele participou de um processo seletivo que estava aberto interna e externamente e foi selecionado. Ele vai se desligar da IBM Brasil e ser contratado na IBM República Tcheca.
Existe um programa na IBM que faz essa transição do funcionário, eles dão bastante suporte, explicam detalhadamente como será o processo, colocam à nossa disposição consultorias de imigração pra fazer a papelada, também consultoria financeira pra explicar como funcionam as coisas por lá, como imposto de renda, aposentadoria etc, então temos o suporte por parte da IBM Brasil, mas só!

Por isso que eu digo que a nossa experiência não será a de um expatriado, porque nós é quem vamos correr atrás de tudo: apartamento, carro, móveis, enfim, tudo. O que torna a experiência toda muito mais interessante, porque vai ser tudo absolutamente novo pra gente – nunca colocamos o pé na Europa – e mesmo já tendo morado fora, não será a mesma coisa. Não temos a menor idéia da cultura Tcheca, da língua, de como é viver lá! Vai ser muito legal descobrir isso tudo!!!

Então eu vou contando por aqui tudo o que já sabemos sobre a República Tcheca e Brno, e assim vocês podem ir acompanhando com a gente mais essa mudança que vamos fazer! 🙂

Bem vindos ao nosso blog, fiquem à vontade pra comentar, rir da nossa cara, dar idéias e sugestões, criticar, enfim, queremos compartilhar essa fase com vocês….

Um abração!

 

 

Nat, Lucas e Charlie

Imagem

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “O primeiro…

  1. Li disse:

    Acho que assim tem mais gosto de aventura, Naty =)
    Nunca é facil sair da zona de conforto, menos ainda indo pra um lugar o qual sabemos tão pouco…mas mergulhem de cabeça nessa. Eu certamente faria isto se estivesse na mesma situação, mesmo porque sei que tudo na vida é um aprendizado. Tanto as coisas boas quanto os perrengues que a gente acaba passando. As coisas boas ficam como doces lembranças, e os perrengues podem virar lições ou mesmo histórias que nos farão rir quando lembrarmos delas…
    Estou feliz que vocês conseguiram uma oportunidade como esta e espero que aproveitem bastante. E tenho a plena certeza de que ainda nos encontraremos no Canada, num futuro não muito distante. 😉
    Desejo muita sorte pra vocês.
    Beijos,
    Li

  2. Paula disse:

    Eu tinha ficado sabendo que vocês estão indo pra lá mesmo e a reação foi essa mesma: hein?? hehehe
    Não faço ideia do que tem na Republica Tcheca, que língua falam, pontos turísticos, nada. Então vê se não abandona o blog.
    Boa sorte pra vocês, que dê tudo certo. E quem sabe um dia eu vou visitar com o mané do Diogo. =)

  3. Carol disse:

    Que legal, Nat. Eu conheci uma menina a República Tcheca, ela me explicou sobre a divisão do país e do problema com a língua. É muito difícil a língua deles, acho que vc vai se divertir bastante. Rsrsrs. Boa sorte!!!

  4. Guilherme Augusto disse:

    Nós da família, ficamos com o coração apertado, mas ao mesmo tempo orgulhosos. Ter alguém tão corajosa e destemida e que não descansa enquanto não atinge seu objetivo é realmente encorajador para mim. Nat, você é um exemplo. A saudade será grande, mas quem sabe não apareceremos por lá né ?! Um grande abraço e que o Senhor os abençoe nesse novo desafio. E saiba, e nunca se esqueça que seu irmão te ama.
    Guilherme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s