Levando o Charlie para a República Tcheca

charlieeu

Difícil alguém ainda não conhecer a peça, mas esse bonitão aí na foto comigo é o Charlie!

O Charlie é Canadense e já fez uma viagem longa de Toronto a São Paulo em 2010, quando retornamos do Canadá, então ele manja dos paranauê.

Dá um dózinho muito grande de imaginar o dog sozinho na jaulinha dele, por 15 horas e tralalá, mas não tem o que fazer, infelizmente. Queria poder levá-lo no meu colo, mas companhias aéreas pra esse tipo de público ainda não existem, então a gente se vira como pode.

Quando viemos do Canadá, o processo foi bem simples porque a entrada de animais no Brasil é bem tranquila, mas depende do país de origem também. Só foi preciso de vacina contra raiva, um certificado de saúde do veterinário dele endorsado por um veterinário do Ministério da Agricultura deles lá, e pronto. Chegando no Brasil, paga-se isso, paga-se aquilo, e pronto.

A entrada de animais na União Européia é relativamente fácil. O procedimento depende mais do país de origem do animal. O Brasil ainda é, infelizmente, um país com casos de raiva em animais, portanto, juntamente com mais um monte de outros países, obedece uma série de regras mais chatinhas.

Resumindo, é isso aqui:

Passo 1 – Colocar microchip no animal. Como o Charlie veio do Canadá e lá isso é lei, ele já tinha o microchip. É bom lembrar que não é qualquer microchip, existe um padrão exigido pela U.E. Se o chip for diferente, o dono deve possuir o leitor.

Passo 2 – Vacinar contra raiva. Se o animal teve que colocar o chip, obrigatoriamente ele tem que ser vacinado contra a raiva após o implante.

Passo 3 – Trinta dias depois da vacina, é preciso fazer um exame sorológico pra verificar se os anti-corpos da vacina estão reagindo no organismo do animal. Esse exame só é feito no Departamento de Controle de Zoonozes da prefeitura de São Paulo. É o único laboratório no Brasil que é credenciado pela U.E.

Passo 4 – Ficar de “quarentena” de 90 dias (não seria noventena? 😛 ). A partir da data de coleta do sangue para o exame, contas-se 90 dias para o embarque. ***estamos nessa fase***

Passo 5 – 90 dias depois, pegar um certificado de saúde do veterinário e levar à Vigilância Agropecuária (nos aeroportos tem, é preciso agendar dia/horário). Com o certificado do seu veterinário, você vai à Vigiagro munido de vários outros documentos pra emitir a CZI, o documento que vai permitir o embarque do seu animalzinho. Essa visita à Vigiagro não pode ser antes de 10 dias do dia da viagem.

Tem um post MUITO detalhado e  MUITO jóia nesse blog, foi aqui que eu achei tudo o que precisava pro Charlie:
http://www.pequenosmonstros.com/2014/05/como-levar-animais-para-a-uniao-europeia/

Eu vacilei nesse processo em uma coisa… Resolvi ser precavida demais e dei uma vacina anti-rábica no Charlie em Maio, sendo que já tinha uma válida ainda. Então tive que esperar 30 dias a partir da vacina pra ir fazer o exame sorológico e então começar a contar os 90 dias de quarentena. Portanto o Charlie só pode ir no final de Setembro, no dia 21 pra ser mais exata. Então no dia 21 mesmo pretendo ir na Vigiagro e embarcamos no dia 22/09.

Sim sim, o Charlie só vai em Setembro, então o plano é o seguinte:
Vou com o Lucas agora no fim de Agosto pra ajeitar as coisas no apartamento, fico uma semana por lá e volto no iníco de Setembro. Nesses dias que estarei fora, já combinamos com a tia Pri (Dra. Priscilla Manzano, nossa veterinária querida que também é PetSitter) pra ela cuidar do Charlie.

Então fico com ele aqui umas 3 semanas antes de irmos de vez!
Vai ser cansativo mas vai ser o fim da jornada……graças a Deus!

 

Anúncios

12 comentários sobre “Levando o Charlie para a República Tcheca

  1. Adriana disse:

    Olá Nathalya. Gostaria de conversar contigo por email sobre Brno. Meu marido está indo para lá. Poderia entrar em contato comigo ou enviar seu email? Adriana, Curitiba, Paraná

  2. Eduardo Basso disse:

    Olá Natalya!
    Estou me mudando pra Brno em 10 de setembro e é sempre bom ter contatos que saibam falar português por aí! Se tiver Skype e usar com frequência podemos ir conversando, senão vai por email mesmo! Vamos combinar uma cervejada tambem!! Salut!

    Um abraço!

  3. Oi Natalya. Deixei uma mensagem em sua página no facebook. Tembém moro em Campinas, e vou me mudar pra Brno com meu namorado e o nosso cachorro. Nós temos um casal de amigos que estão lá há pouco mais de um ano, mas é sempre bom conhecer pessoas que vivem situações tão parecidas.

    Um beijo.

  4. Ana Paula disse:

    Olá!! Você saberia me dizer se pra Bélgica é necessário esperar 90 dias?
    O laboratório de SP não esta realizando a sorologia.

    Att,
    Ana Paula

    • Oi Ana! Não estão fazendo em SP? Caramba! Eu lembro que eles comentaram que estava pra mudar mesmo e que o único laboratório das Américas ia ser nos EUA. Será que já é isso?

      Pra Bélgica se aplicam as mesmas regras, pois todo o processo é para entrada de animais na União Européia. 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s