Bancos, Dinheiros e afins

Mais de dois meses depois, cá estou eu novamente. Desculpem-me, queridos leitores amigos, mas os últimos meses foram uma mistura de muitas coisas acontecendo e, consequentemente, me ocupando.
E preguiça. A sinceridade é tudo nessa vida, né.

Ontem tivemos a primeira neve da estação. Foi tão lindinha e singela que até me fez esquecer da merda que é quando ela cai em grande quantidade. Foi mágico também porque eu estava quentinha dentro de casa assistindo pela janela e não tinha que sair de casa pra nada 🙂 foi perfeito.

Bom, vamos ao que intere$$a.

Sempre me perguntam sobre dinheiro em geral. Se você quem saber sobre o custo de vida, se o salário que você vai receber dá pra viver, leia esse post. Tem esse também sobre supermercados e tal. Aqui vou falar sobre money mesmo, a bufunfa propriamente dita.

Espero que, a essa altura, você já saiba que a moeda aqui não é o Euro, e sim a Coroa Tcheca. Quando chegamos aqui, há mais de um ano, a conversão era de 10:1 (10 coroas = 1 real). Mas o real não anda muito bem das pernas então essa conversão caiu bastante, e está na média dos 6:1, o que dificulta bastante na hora de fazer contas de cabeça, principalmente pra quem é burrica na matemática como eu.

A Coroa Tcheca tem essas notas e moedas:

coroas

Nem me pergunte quem são essas pessoas. Vai dizer que você sabe quem são as pessoas do Real? Ah vá.

CZK-coins-Czech-Koruna

50 coroas = 7 reais. Não é 50 centavos de coroa, não tem centavos aqui.

São valores altos pra quem está acostumado com Reais. É meio difícil de acostumar no começo (“3000 coroas é muito ou pouco?”) mas é só questão de costume mesmo.

 

É praticamente impossível converter Reais em Coroas no Brasil. Tem que converter pra Euros (ou dólares, depende do quanto você quer sofrer), e fazer a troca chegando aqui. É meio ruim fazer isso porque você acaba perdendo dinheiro (comissões, taxas, impostos) na primeira conversão e depois paga de novo aqui. Mas a boa notícia é: não precisa converter no aeroporto, onde tudo é mais caro e cheio de taxas. Chegando na cidade tem várias (váááárias!) lojas de câmbio que pertencem aos árabes cheios da grana, onde eles não cobram nenhuma comissão e a taxa de conversão é muito boa. Então se você chega no aeroporto em Praga ou Viena com euros, pode usá-los pra pagar alguma coisa por lá e deixar pra  fazer a troca por coroas tranquilamente no centro de Brno, sem ser “roubado”.

Euros são bem aceitos, no geral, no país todo. Mas a conversão de um estabelecimento não vai ser das melhores, por isso é sempre bom ter a moeda local.

Bem, aí você chegou com seus euros, que viraram agora milhares de coroas, e precisa guardar esse dinheiro. Você é livre pra escolher o banco que quiser, porém alguns bancos têm restrições em relação à estrangeiros, então você não é tão livre assim, hehehe. Vai depender do tipo de visto que você tem.

Se você for cidadão de qualquer país da Europa, pode abrir conta em qualquer banco. Se você for residente temporário de curta duração (até 6 meses), já encontra restrições. Se você fore residente temporário de longa duração (a partir de 6 meses), que é o caso dos estrangeiros que se mudam pra cá à trabalho, seu leque de opções aumenta, mas mesmo assim há bancos que só abrem conta para quem é cidadão da União Europeia.

Tem alguns bancos que são tipo “no frills”, ou seja, só têm o básico dos básicos e portanto as taxas são mínimas ou inexistentes. É pra abrir uma conta e ter um cartão de débito e só. São eles:

– Equa Bank
– Air Bank
– UniCredit (não tenho certeza sobre esse, e se tem outros, postei aqui os que eu conheço)

E aí tem os bancos maiores e que tem pacotes completos de conta corrente, e que, obviamente, cobram por isso. São eles:

  • Raifeissen Bank
  • KB
  • Ceska Sporitelna
  • CSOB
  • GE Money

A maioria dos Brasileiros que chegam aqui pra trabalhar, já pensam no Citi Bank, por ser um banco internacional e com presença no Brasil. Infelizmente o Citi “fechou” aqui na Rep. Tcheca. Os serviços do Citi Bank foram comprados pelo banco alemão Raifeissen Bank, que tem grande presença por aqui. Chegamos a abrir conta no Citi assim que chegamos mas fechamos em seguida porque, apesar de você se sentir importante com o gerente indo no seu trabalho de terno e pastinha na mão pra buscar seus documentos e abrir a conta, as tarifas eram altas e as contas sem benefício algum.

Pra quem vem trabalhar aqui, minha dica é: abra conta no Raifeissen Bank. Não estou recebendo do banco pra fazer propaganda (quem dera! haha), mas realmente eu recomendo o RB. E digo o porquê: pra quem vem trabalhar na IBM, as vantagens da conta completa deles são várias:

  • Receber o salário no dia 10. Quem tem conta em outros bancos pode chegar a receber até dois dia depois.
  • Eles tem um aplicativo excelente pra celular, eu faço absolutamente tudo por ele: pago aluguel, contas, transferências, saldo e pagamento do cartão de crédito, etc. É um dos melhores aplicativos de banco que já vi. BEM melhor que o site deles pra internet banking, que apesar de ser simplão, é bem completo.
  • Quem é funcionário IBM não paga taxa nenhuma pela conta mais completa deles, pelo tempo que você for funcionário. E se você indicar duas pessoas pra abrir conta lá, não paga taxa nenhuma nunca mais na sua vida, mesmo que você saia da IBM (Pra deixar claro: eu e o Lucas já temos nossas duas indicações cada faz tempo então esse post realmente é livre de qualquer benefício próprio).
  • Você pode ter, dentro da sua conta, sub-contas com moedas de outros países. Por exemplo: euros, libras, dólares. Se você quiser depositar dinheiro em alguma dessas moedas, ele fica lá na sua conta naquela moeda, sem fazer conversão nenhuma. Você pode também brincar e transferir fundos pra lá e pra cá nessas sub-contas, mas aí você se sujeita a taxa de conversão do banco naquele dia.
  • Você pode também sacar dinheiro local em qualquer lugar do mundo sem pagar taxa alguma, somente a taxa de conversão do banco.
  • Você pode usar qualquer caixa eletrônico, de qualquer banco, quantas vezes por mês quiser, em qualquer país, sem pagar taxas por isso. E todos os caixas eletrônicos na Europa tem a opção “Inglês” pra você movimentar com tranquilidade.

Eu acho tudo isso muito legal e útil.

Abrimos a nossa conta na agência que fica dentro de um Supermercado chamado Globus. É meio longe do centro, mas fácil de chegar saindo da IBM. Super recomendo a nossa gerente de conta, a Martina Feldova: fala Inglês, arranha Português (entende muito bem!) e é uma simpatia! Quem quiser o contato dela é só me perguntar que eu passo com muito gosto. E sempre que precisamos ir até a agência por algum motivo, aproveitamos pra comprar carnes no Globus que é o lugar mais em conta e de qualidade que achei por enquanto 😉

*UPDATE: A Martina Feldova saiu da agência do Globus, ela está numa agência perto da IBM agora, para nossa alegria! 🙂 

Algumas curiosidades envolvendo dinheiro aqui:

– A maioria dos bares e restaurantes não aceita cartão. Tenho notado que isso vem diminuindo bastante, mas mesmo assim direto estamos em algum lugar comendo e percebemos que esquecemos de sacar dinheiro! Carregue sempre dinheiro em espécie com você!

– Quando você compra algum produto, na nota fiscal vem detalhando o quanto de impostos você pagou naquela compra. O preço que você vê nas prateleiras já é o preço final mas na nota tem o descritivo do que foi produto e o que foi imposto (ao contrário dos EUA e Canadá onde o valor ainda é acrescido de impostos no caixa).

– Não tem centavos aqui, como eu falei lá na foto das moedas. Mas os preços às vezes podem somar a 130,42 por exemplo. Nesse caso, se você pagar com cartão, o valor exato será debitado. Se for pagar com dindin, eles arrendondam o valor. Nesse caso aí de cima, você pagaria 130 coroas.

– O valor das moedas é alto, então se você é daqueles que acumula moedas na carteira, vale a pena não ignorar achando que é troco de pinga porque você pode ter 500 coroas em moeda facilmente. Dá pra ir jantar fora 😉 Ou comprar o passe de busão do mês!

– 1 euro = 27 coroas

Bom, é isso. Se eu lembrar de mais alguma coisa eu volto aqui e escrevo. E se tiverem dúvidas, é só deixar um comentário 🙂

 

Até a próxima!

 

 

 

 

 

Anúncios

17 comentários sobre “Bancos, Dinheiros e afins

  1. Gustavo de Souza Fortuna disse:

    Olá adorei o post!
    Você conhece a Universidade Masarykova ai em Brno? estou querendo estudar relações internacionais lá,você sabe como está a situação em relação a trabalho para estrangeiros ai? eu gostaria de ter um part time job para ajudar nas despesas durante a faculdade,falo ingles,eslovaco e tcheco,é muito dificil arrumar trabalho?
    Muito obrigado desde já

  2. Gustavo de Souza Fortuna disse:

    Olá,adorei o post!
    Estou planejando estudar na universidade Masarykova ai em Brno,é muito difícil para estrangeiro arrumar emprego ai? queria ter um part time job para ajudar nas despesas,falo inglês,eslovaco e tcheco
    desde já agradeço!

    • Olá Gustavo!

      Se você fala Tcheco já é uma enorme vantagem ao procurar empregos de meio período. Você tem cidadania Europeia? Se sim, você encontrará emprego facilmente. Se não, eu não sei te dizer como funciona a questão de vistos para estrangeiros em outras indústrias que não a de TI.

  3. roanbrasil disse:

    Olá recebi uma proposta pra redhat aí em Brno. Só q minha esposa não fala bem inglês apenas eu. Tu acha que dá para estudar inglês aí e depois ela arrumar emprego? Tenho até dia 15 pra responder de janeiro.

  4. Renata Prudencio disse:

    Deus te abençoe, Natalya!
    Seus posts são sempre muito bem detalhados, as informações super consistentes e cheios de fontes!
    Tem facilitado e aliviado muito a grande parte de dúvidas e medos que tenho sentido.
    Em breve estarei ai em Brno para trabalhar na IBM. Gostaria de saber se você pode dizer como fizeram para levarem o dinheiro de vocês do Brasil para a Rep Tcheca.
    Vocês abriram a conta quando chegaram aí e depois fizeram transferência?
    Ah, ainda não consegui ler todo o blog, você tem algum post em que fala sobre a bagagem que levaram?
    Um forte abraço e Feliz Aqno Novo para vocês!

    • Oi Renata, que bom que o blog tem te ajudado!

      Sobre dinheiro, nós trouxemos um pouco em cash mesmo pros primeiros dias e depois que abrimos conta aqui transferimos direto do Itaú pra cá, pelo internet banking mesmo. Caiu aqui em 2 dias sem complicações.

  5. slipeee disse:

    Ei! Não tinha lido esse post ainda! Hahaha
    Essa dos bancos era uma dúvida muito forte minha… Que bom saber que você ainda não resolver abandonar o blog, obrigado !!

    Pros amigos perguntando sobre como levar o dinheiro, vai uma dica: tive com alguns familiares que são economistas, conversei bastante no Itaú nos últimos meses e descobri uma maneira legal de levar também.

    Isso não é muito divulgado, mas conseguimos habilitar nossas contas no Itaú pra sacar nosso dinheiro no exterior, em moeda local. No Itaú paga-se uma taxa de 10usd + .38% de IOF por saque, e se você não é uniclass/personalitte, seu limite de saque/dia é de 1500brl.

    Como wire transfers tem um prazo de até 5 business days pra compensar, no meu caso, vou sacar em moeda local os primeiros dias, e fazer uma transferência depois 🙂

    Achei mais válido que pagar taxa de conversão aqui + lá, + .38% de iof, com esse real valendo nada.

  6. Rodolfo disse:

    Oi Natalya, tudo bom? Tenho lido o seu blog e acompanhado seus posts. Primeiramente quero agradecer pelo rico conteúdo , pois , não há muitas informacoes a respeito de BRNO na internet, ainda mais com informacões na prática. Estou em avaliando algumas oportunidades para trabalhar em BRNO tambem e como atuo na area de tecnologia seu blog tem me ajudado muito. Parabens para iniciativa e continue escrevendo !! por favor!! =-)

  7. Adriano disse:

    Olá Natalya,

    parabens pelo blog. Realmente ajuda bastante quem está pensando em alguma oportunidade na Rep Checa.

    Pergunta: Voces já enviaram dinheiro ao Brasil? Me pareceu interessante o Banco que voce havia recomendado (o ex Citibank). Sabe quais as taxas cobradas por eles e qual a perda cambial (cotacao que eles pagam do KCz para o Eur)?

    Meio técnico, mas vai que já fizeram … 🙂

    • Ola Adriano! Obrigada pelo comentário.

      Já enviei dinheiro ao Brasil sim. Fiz tudo pelo site do Raiffeissen Bank e me cobraram 435czk pela transação e a cotação pro euro foi muito boa, 27,1.

      Eu sou fã desse banco (se é que isso é possível)!

      Abraço!

  8. Bruno disse:

    Olá Natalya!

    Excelente blog!

    Estou participando de processo seletivo para trabalhar em Brno , e seu blog me ajudou bastante! Estive também em conversa com Lucas, e graças a vocês Já sei mais ou menos o que esperar se tudo der certo! Estou bastante animado!

    Muito Obrigado!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s